Apresentação

A Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável celebra o aniversário de 20 anos da Cúpula da Terra, realizada em 1992, e tem como principais objetivos renovar o comprometimento político sobre o desenvolvimento sustentável, identificar problemas na implementação deste acordo e identificar novos desafios.

Os temas centrais propostos para a conferência são a construção de uma economia verde no contexto do desenvolvimento sustentável e da erradicação da pobreza e de um arranjo institucional para o desenvolvimento sustentável.

Para a CUT, a Rio+20 apresenta uma oportunidade de apresentar e fortalecer as questões do mundo do trabalho ao mesmo tempo em que reforçaremos e sensibilizaremos nossa base sobre a relevância das questões ambientais.

A participação da CUT nesta conferência está dividida em cinco momentos distintos:

1) Processo oficial da conferência, onde pressionaremos pela negociação de convenções e instrumentos adicionais na área do desenvolvimento sustentável, num amplo acordo envolvendo governos e sociedade civil em torno de princípios e ações nos temas da energia renovável, sustentabilidade urbana e padrões de produção e consumo sustentáveis. As negociações oficiais preparatórias se darão entre 11 e 15 de junho e a negociação entre chefes de estado entre os dias 20 e 22.

2) Assembleia Sindical, organizada pela CSI e pela Fundação Sustainlabour entre 11 e 13 de junho, onde debateremos nossas prioridades e determinaremos nosso futuro compromisso com respeito às mudanças climáticas, produtos químicos, negociação coletiva para sustentabilidade e o respeito ao meio ambiente, organizados nos seguintes grupos de trabalho temáticos e regionais:

  • Acesso sustentável a alimentos, energia e água;
  • Empregos verdes e transição justa: Oportunidades e desafios para mulheres e jovens;
  • Mudanças Climáticas e a ação sindical;
  • Gestão sustentável de produtos químicos;
  • Negociação coletiva para o desenvolvimento sustentável;

3) Cúpula dos Povos, evento paralelo às negociações oficiais, organizado pelo Comitê Facilitador da Sociedade Civil Brasileira para a Rio+20 (CFSC), que será realizado entre os dias 15 e 23 de junho com o objetivo de articular a participação da sociedade civil no processo. Para este evento, a CUT está organizando uma atividade e um stand com informações sobre o mundo sindical.

4) Diálogos da Sociedade Civil, atividade que acontecerá entre 16 e 18 de junho de perfil internacional que visa envolver a sociedade civil internacional no processo da conferência através de discussões sobre temas selecionados pelo governo brasileiro em parceria com a ONU.

Os  temas em debate são:

  1. desemprego; trabalho decente e migrações;
  2. florestas;
  3. segurança alimentar e nutricional;
  4. energia sustentável;
  5. água;
  6. cidades sustentáveis e inovação;
  7. oceanos;  
  8. desenvolvimento sustentável como resposta às crises econômicas  e financeiras;
  9. desenvolvimento sustentável como resposta ao combate à pobreza.

Formato para cada diálogo: 1 âncora, 10 debatedores, 2000 pessoas no público; as recomendações acordadas serão levadas a conferência oficial.

5) Marcha da Cúpula dos Povos, será realizada no dia 20 de junho e será a atividade de massa mais importante sob o ponto de vista sindical e o ponto alto da participação da CUT na Conferência.

Confira a programação completa da Rio+20 aqui